Como investir em tráfego pago para negócios locais? Depende se quer ter resultados imediatos ou a longo prazo.

Através do tráfego pago você seleciona as palavras-chaves relacionadas àquilo que você deseja comunicar e o seu site aparecerá nas primeiras posições do Google, aumentando sua visibilidade e alcance.

Dessa forma você será mais visto gerando tráfego para seu site e aumentando a sua autoridade online.

O interessante do tráfego pago é a intensidade com que ele irá divulgar seus produtos e serviços e a forma como você pode personalizar o seu anúncio, chegando a quem realmente está interessado naquela informação, aumentando o seu potencial de vendas.

Você poderá trabalhar com uma quantidade mais variada de palavras chave em menos tempo do que se tivesse escolhido otimizá-las para a busca orgânica através de técnicas de SEO.

Você consegue também escolher qual das páginas seu potencial cliente irá acessar ao visitar o seu site, as famosas landing pages.

Ao aplicar esta estratégia, você terá uma variedade de páginas que tem como objetivo principal o relacionamento e a conversão de leads para seu negócio.

Investir em tráfego pago vale a pena caso sua estratégia se encaixe em pelo menos uma das seguintes situações:

  • Não tem tempo para estudar SEO e produzir conteúdo relevante;
  • Não conta com uma equipe especializada em marketing de conteúdo;
  • Seu website foi criado há pouco tempo e ainda não consegue gerar tráfego orgânico para ele;
  • Vai criar um website e quer ter certeza que ele vai ter visibilidade imediata para o seu público-alvo.

Outra vantagem de investir em tráfego pago é que ajuda a aumentar a sua taxa de conversão, melhora não só o tráfego do seu site, como também sua autoridade online.

Por fim, é uma das mais potentes ferramentas do Marketing Digital, já que irá gerar grande quantidade de clientes para a sua empresa, fortalecendo a sua marca e fazendo com que ela fique exposta em todos os resultados determinados por você, tornando-se assim, relevante na memória do seu possível cliente.

Tráfego orgânico vs tráfego pago para negócios locais

O que difere esses dois tipos de tráfego é o investimento que se exige para aumentar os acessos às páginas que deseja.

No tráfego orgânico, você tem que dispor de tempo, dedicação e técnica. Para saber sobre este assunto, temos um excelente artigo de SEO para negócios locais, para que você também use esta estratégia para captar mais clientes.

Já no tráfego pago, o investimento é financeiro. Esta escolha depende do quanto você pode aplicar em suas campanhas online e do quanto você é capaz de criar anúncios atraentes e ao mesmo tempo relevantes.

Então, para entender esses dois conceitos, tenha em mente que tráfego orgânico não tem custo direto, pois é aquele em que o visitante chega até suas páginas de forma natural, ou seja, sem clicar em um anúncio e tráfego pago é aquele que acontece assim que o visitante clica em um de seus anúncios e é direcionado para o seu site.

Apesar das diferenças, ambos costumam fazer parte das estratégias de marketing digital de qualquer empresa.

Segundo dados da Moz, uma empresa especializada em marketing digital e SEO, cerca de 71% das pesquisas resultam em cliques nos links da primeira página, enquanto apenas 5% das pessoas, de fato, clicam em links das segunda e terceira página.

Então, com esses dados já dá pra perceber que não é nada fácil ser visto nos grandes sites de busca, sobretudo se você trabalha em um mercado grande com muita concorrência ou acabou de começar.

Ter tráfego orgânico é excelente para seu negócio, porém, não é uma tarefa simples, pois uma estratégia de SEO só funciona a médio prazo (média de 3-6 meses) e exige muito estudo, planejamento e dedicação.

Então, se você não possui uma equipe de marketing especializada em marketing de conteúdo, o tráfego pago é a melhor alternativa.

Como funciona o tráfego pago para negócios locais

Para entender como funciona o tráfego pago, é preciso saber um pouco da parte técnica.

Existem dois métodos mais destacados para que os anúncios sejam exibidos e possam levar tráfego para as suas páginas:

  • CPC (Custo Por Clique)
  • CPM (Custo Por Mil Impressões).

Como a ordem de exibição dos anúncios nos resultados de busca depende de um leilão entre aqueles que querem anunciar é preciso optar por um desses métodos para dar seu lance.

Então, você pode pagar pelo clique que o usuário dá no seu anúncio (CPC) ou por aparecer mil vezes no resultado de busca (CPM). A posição dos anúncios nos resultados depende do lance dado dentro da plataforma de anúncios. Agora, aprofundando um pouco mais CPC e CPM:

CPC é o método mais indicado para levar tráfego para as suas páginas, já que você só vai pagar pelos cliques que seus anúncios receberem.

CPM é recomendado para quem quer ter maior visibilidade, pois o foco é fazer com que o anúncio apareça mais vezes.

Como você pode ver, o objetivo de um é gerar clique e, de outro, simplesmente aparecer. Se ainda não tem certeza de qual é a melhor escolha para as suas campanhas online, a recomendação é a seguinte:

  1. Escolha CPC se sabe quanto quer gastar nessa estratégia de marketing;
  2. Prefira CPM se acabou de criar seu negócio e quer ter mais visibilidade e reconhecimento de marca.

Depois de definir a melhor opção, crie seu anúncio e faça as devidas configurações para que ele possa ser exibido exatamente para o público que deseja alcançar.

Quais são as principais plataformas de tráfego pago para negócios locais?

Utilizando a ferramenta Google Ads, os anúncios aparecem nos mecanismos de busca do Google, Youtube e seus parceiros.

Além de te dar as duas opções (CPC ou CPM), outro atrativos de se usar o Google Ads é a possibilidade de usar keywords para segmentar o público que você deseja atingir.

Na segmentação de público, você pode selecionar em quais dispositivos você deseja que as pessoas vejam os anúncios, quais localidades, gênero, faixa etária dos usuários, interesses e muito mais. Assim, você garante que irá atingir um tráfego que realmente seja qualificado para o seu negócio.

A ferramenta ainda possibilita que você faça testes A/B para avaliar quais métodos de publicidade são mais apropriados e efetivos para sua estratégia.

Leia aqui o artigo que escrevemos sobre Google Ads para Negócios Locais.

FACEBOOK ADS

O Facebook é outra poderosa ferramenta de marketing para empresas. No ano passado, mais de 2 bilhões de pessoas já possuiam conta nessa rede social e eram ativas mensalmente. Por isso, anunciar nessa plataforma é uma excelente forma de trazer clientes para seu negócio e trazer visibilidade para sua marca.

Aqui também é possível trabalhar com uma segmentação minuciosa de audiência para atingir exatamente o perfil de pessoas que você deseja.

YOUTUBE ADS

Se o seu negócio é vídeo, o YouTube Ads é uma excelente ferramenta. Ele é feito na mesma plataforma do Google Ads.

Hoje em dia, os vídeos já representam grande parte do tráfego online e, além disso, são poderosas ferramentas de atração e engajamento do marketing digital.

Se você é produtor de conteúdo em vídeo, a dica é a seguinte: O YouTube Ads é uma excelente forma de promover seus vídeos e utilizar como isca de público para o seu canal, no qual você pode vender seus conteúdos, produtos ou serviços.

INSTAGRAM ADS

E se a pergunta é como fazer tráfego pago no Instagram, a resposta é na mesma ferramenta do Facebook Ads, pois é lá que você cria anúncios dentro do Instagram, seja em fotos, vídeos, feed ou até mesmo Stories.

LINKEDIN ADS

Seu negócio é focado em outras empresas? Então uma boa alternativa de marketing pode ser anunciar no LinkedIn Ads, a plataforma de anúncios da rede social voltada para o mundo corporativo.

Com diferentes formatos de anúncios dentro do LinkedIn, o LinkedIn Ads oferece possibilidades para anunciar na timeline, na barra lateral ou como mensagem na caixa de entrada (InMail) e a segmentação pode ser feita por função, título, nível de experiência, indústria, tamanho de empresa e muito mais.

TABOOLA

Taboola é uma plataforma de anúncios nativos que ajuda a atrair e a qualificar o público através do próprio copywriting. Anúncios nativos são aqueles que o público não percebe que se trata de publicidade e se integra em portais de notícias como sendo conteúdos nativos destes portais. 

BING ADS

Embora não seja tão usado quanto o Google, o Bing é a segunda plataforma de busca mais popular do mundo e, como tal, também tem serviço de tráfego pago. É resultado de uma parceria entre a Microsoft e o Yahoo para competir com o Google e que lembra muito o Google Ads.

Conclusão

Atente-se às peculiaridades de cada rede social e cada fonte de tráfego para garantir a comunicação de sua mensagem da forma mais apropriada possível

Uma rede social como LinkedIn possui um público bem diferente do que o que utiliza o Facebook. Uma rede como o Instagram aposta muito mais em determinados tipos de postagens, com imagens e vídeos, enquanto outras redes são focadas exclusivamente em textos ou até áudios.

Algumas redes sociais podem nem ser indicadas para o seu negócio, assim, crie um plano específico para cada fonte de tráfego pago e garanta que sua comunicação será efetiva em cada uma delas.

Investir em tráfego pago para negócios locais é uma excelente maneira de atingir um público qualificado de maneira rápida e assertiva e atualmente existem diversas plataformas que permitem promover suas páginas na internet e uma delas pode ser a ideal para seu negócio.

Somos uma agência especializada em marketing digital para negócios locais e criamos soluções otimizadas para atrair clientes online, realizar agendamentos, e enviar lembretes de forma automatizada dentro do seu site. Se quiser conversar mais sobre marketing digital agende aqui uma reunião com a gente.

Logo Coletiv.me

Shopping Paseo Itaigara - Loja 217
(71) 98270-8014

Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Oi, posso ajudar?